O Poder da Palavra de Jesus Cristo Dr. Celso Eduardo Olivier Docsystems

Home Docsystems

seguinte

 

O ESTUDO DA PALAVRA DE JESUS

 

 

PALAVRAS DA BÍBLIA

 

              Existem basicamente quinze tipos de discursos, ou Palavras na Bíblia, os quais podemos reconhecer facilmente. Nem sempre a Palavra pertence a quem a transmitiu verbalmente, mas na maioria dos casos, a autoria está claramente indicada. Vejamos alguns exemplos de mensagens segundo a autoria e o veículo pelo qual chega a nós.

             1. A Palavra de Deus

            "E chamou o SENHOR Deus ao homem, e lhe perguntou: Onde estás?" Gênesis 3. 9.

            "Disse mais o SENHOR a Moisés: "Dá ordem aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando entrares na terra de Canaã, será esta a que vos cairá em herança: a terra de Canaã, segundo os seus limites." Números 34. 1 e 2.

            "Então o SENHOR me disse: Falaram bem aquilo que disseram. Suscitar-lhes-ei um profeta do meio de seus irmãos, semelhante a ti, em cuja boca porei as minhas palavras, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar. De todo aquele que não ouvir as minhas palavras, que ele falar em meu nome, disso lhe pedirei contas." Deuteronômio 18. 17 a 19.

            "Eis aqui o meu servo, a quem sustenho; o meu escolhido, em quem a minha alma se compraz; pus sobre ele o meu Espírito, e ele promulgará o direito para os gentios. Não clamará nem gritará, nem fará ouvir a sua voz na praça. Não esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega; em verdade promulgará o direito." Isaías 42. 1 a 3.

            "Falava ele ainda, quando uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo: a ele ouvi." Mateus 17. 5.

            No primeiro exemplo, Deus fala diretamente ao homem, no caso Adão. A origem e o destino são claros e não há intermediário. No segundo exemplo, Deus fala através de Moisés para o povo judeu (filhos de Israel) e a mensagem é a herança de Canaã. No terceiro e no quarto exemplo Deus fala através de seus profetas (Moisés e Isaías) e o destino da mensagem somos nós e toda a humanidade. Note que o conteúdo destas mensagens são profecias referentes a Jesus. No quinto exemplo Deus fala diretamente aos discípulos de Jesus. Repare que esta é a última passagem registrada na Bíblia na qual Deus profere uma mensagem direta ao homem (em João 12.28 Deus fala com Jesus). Depois que Deus nos ordena que ouçamos a seu Filho, Ele deixa de manifestar-se diretamente ao homem. Note também que existe coerência e manutenção de estilo entre estas diversas Palavras proferidas em tempos e situações bem diferentes.

            

            2. A Palavra de Jesus como Filho do homem

            "Em verdade, em verdade vos digo: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida." João 5: 24.

            "Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará." João 8. 31-32.

            "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama, será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele." João 14.21.

            Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama, não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai que me enviou" João 14. 23 a 24.

            Note que o tema central de Jesus encarnado é a sua própria Palavra. Ouvir a Palavra, crer na Palavra, permanecer na Palavra, ter a Palavra, guardar a Palavra, são elementos chaves para a Sua ação redentora. Será isto que estudaremos nesta obra.

 

            3. A Palavra de Jesus como Espírito

            "Conheço as tuas obras - eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar - que tens pouca força, entretanto guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome." "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e cearei com ele e ele comigo." "Ao vencedor, dar-lhe-ei sentar-se comigo no meu trono, assim como também eu venci, e me sentei com meu Pai no seu Trono." "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas." Apocalipse 3. 8 e 20 a 22.

            O Apocalipse é a revelação de Jesus ao apóstolo João (sob o ponto de vista espiritual) do que está reservado para as criaturas de Deus no futuro. Como Filho do homem (estando encarnado entre nós) Jesus nos deixa uma Palavra mais próxima e acessível, falando sempre que possível através de parábolas e comparações. Como Espírito, Jesus nos deixa uma mensagem pouco material e naturalmente de mais difícil compreensão para aqueles que vivem no mundo. Ótimas obras existem atualmente que dedicam-se à interpretação desta mensagem.

            

            4. A Palavra do Espírito Santo

            "Então veio o espírito do SENHOR no meio da congregação, sobre Jaaziel, filho de Zacarias, filho de Benaia, filho de Jeiel, filho de Matanias, levita dos filhos de Azafe, e disse: Dai ouvidos, todo o Judá, e vós, moradores de Jerusalém, e tu, ó rei Josafá, ao que vos diz o SENHOR. Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão, pois a peleja não é vossa, mas de Deus." 2 Crônicas 20. 14 - 15.

            "E, servindo eles ao Senhor, e jejuando, disse o Espírito Santo: Separai-me agora a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado." Atos 13.2.

            "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios". 1 Timóteo 4.1.

            Nem sempre o narrador deixa evidente qual foi a maneira como a Palavra do Espírito foi proferida; se audivelmente para todos, ou se no coração dos que estavam presentes. O Espírito de Deus geralmente comunica-se através da inspiração de homens separados, que de acordo com o tipo de mensagem e o momento histórico em que vivem são chamados de profetas, cronistas, sábios, salmistas, ou apóstolos. Estes homens, não estão emitindo suas próprias idéias, mas são os ministros da Palavra. Esta idéia é expressa em diversas ocasiões na Bíblia, mas separemos um versículo na qual ela fica bem clara:

            "Irmãos, convinha que se cumprisse a Escritura que o Espírito Santo proferiu por boca de Davi, acerca de Judas, que foi guia daqueles que prenderam Jesus." Atos 1. 16.

 

            5.A Palavra do homem

            "Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo e me escondi." Adão em Gênesis 3. 10.

            "Então disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum?" "Então disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a sua palavra. E o anjo se ausentou dela." Maria em Lucas 1. 34 - 38.

            A Palavra do homem na Bíblia deve ser separada da Palavra inspirada pelo Espírito. Ela varia desde a confissão de Adão que se reconhece nu, carnal e espiritualmente diante de Deus, até a Palavra da serva do Senhor, que através da fé e da submissão a Deus é revestida de santidade para ser escolhida como a mãe do Salvador. A Palavra emitida pelo homem, quando inspirada pelo Espírito, pode ter várias conotações diferentes. O profeta é o que anuncia o plano de Deus. O cronista é aquele que relata a história do povo de Deus. O salmista tem essencialmente uma Palavra de louvor a Deus. O sábio é o que transmite para o homem os ensinos da Sabedoria de Deus, e o apóstolo é o que anuncia o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. Vejamos alguns exemplos.

 

            6. A Palavra inspirada pelo Espírito Santo ao profeta

            "A glória do SENHOR se manifestará, e toda a carne a verá, pois a boca do SENHOR o disse." "Uma voz diz: Clama; e alguém pergunta: Que hei de clamar? Toda a carne é erva, e toda a sua glória como a flor da erva; seca-se a erva, e caem as flores, soprando nelas o hálito do SENHOR. Na verdade o povo é erva; seca-se a erva, e cai a sua flor, mas a palavra de nosso Deus permanece eternamente." Isaías 40. 5 a 8.

            "Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois , que não produz bom fruto, é cortada e lançada ao fogo." "Eu vos batizo com água, para arrependimento; mas aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. A sua pá ele a tem na mão, e limpará completamente a sua eira; recolherá o seu trigo no celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível." João Batista em Mateus 3. 10 e 12.

            Esta é uma das muitas profecias Bíblicas que já se cumpriram. Isaías profetiza sobre Jesus e sobre seu predecessor João Batista. Este por sua vez profetiza a respeito de Jesus e do Espírito Santo.

 

            7. A Palavra inspirada pelo Espírito Santo ao salmista

            "Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores." "Antes o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite." "Ele é como árvore plantada junto a corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido." Salmo 1. 1 a 3.

            "Bem-aventurados os irrepreensíveis no teu caminho, que andam na lei do SENHOR." "Bem-aventurados os que guardam as suas prescrições, e o buscam de todo o coração;..." "Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti." "Para sempre , ó SENHOR, está firmada a tua palavra no céu." Salmo 119. 1; 2; 11 e 89.

            A Palavra inspirada ao salmista pode ter conotações proféticas, poéticas ou didáticas, mas a sua maior ênfase é o louvor ao Criador e a exaltação do Seu Santo nome.

 

            8. A Palavra inspirado pelo Espírito Santo ao sábio

            "Eu, a sabedoria, habito com a prudência, e disponho de conhecimentos e de conselhos." "Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque felizes serão os que guardarem os meus caminhos." Provérbios 8. 12 e 32.

            "A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira." Provérbios 15.1. "O que guarda a sua boca e a sua língua, guarda a sua alma das angústias." Provérbios 21. 23.

            A Sabedoria é o entendimento fornecido ao homem pelo Espírito de Deus. Mais adiante discorreremos com detalhes sobre este conceito.

            

            9. A Palavra inspirado pelo Espírito Santo ao apóstolo

            "Habite, ricamente, em vós a palavra de Cristo; instruí-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria, louvando a Deus, com salmos, e hinos, e cânticos espirituais, com gratidão, em vosso coração." Colossenses 3. 16.

            "Ora, aos casados, ordeno, não eu mas o Senhor, que a mulher não se separe do marido (se, porém, ela vier a separar-se, que não se case, ou que se reconcilie com seu marido); e que o marido não se aparte de sua mulher." "Aos mais, digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher incrédula, e esta consente em morar com ele, não a abandone; e a mulher que tem marido incrédulo, e este consente em viver com ela, não deixe o marido." 1 Coríntios 7. 10 a 13.

            "Com respeito às virgens, não tenho mandamento do Senhor; porém dou minha opinião como tendo recebido do Senhor a misericórdia de ser fiel". 1 Coríntios 7.25.

            "Ora, sabemos que o temos conhecido por isto: se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Aquele, entretanto, que guarda a sua palavra, nele verdadeiramente tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nele: aquele que diz que permanece nele, esse também deve andar assim como ele andou." 1 João 2. 3 a 6.

            Note, nos segundo e terceiro exemplos, que Paulo diferencia a Palavra do Senhor Jesus (proferida durante Seu ministério terreno) e a sua própria Palavra (inspirada pelo Espírito). A Palavra do Senhor é para "os casados", e portanto para aqueles que vivem juntos com a bênção de Deus. A Palavra de Paulo é para "os mais", e que, portanto, não estão casados sob a bênção de Deus. Para estes, e para as virgens, o Senhor não tem mandamento específico, mas envia conselho através de Paulo.

            Note também a coerência da epístola de João com a Palavra de Jesus em seu Evangelho. Quase uma repetição das próprias palavras de Jesus Filho do homem, trata-se de admoestação carinhosa dado pelo Espírito através da Palavra do discípulo amado.

            

            10. A Palavra inspirado pelo Espírito Santo ao cronista ou narrador

            "Reinou. Pois, Davi sobre todo o Israel; julgava e fazia justiça a todo o seu povo. Joabe, filho de Zeruia, era comandante do exército; Josafá, filho de Ailude, era cronista." 1 crônicas 18. 14 e 15.

            "E percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades." Mateus 9. 35.

            "Quando, pois, Jesus ressuscitou dentre os mortos, lembraram-se os seus discípulos de que ele dissera isto; e creram na Escritura e na palavra de Jesus." João 2.22

            Em alguns textos, o narrador (ou cronista) não relata Palavras (mensagens), mas sim fatos, acontecimentos, sentimentos, emoções e impressões deixadas pelo momento histórico. Neste último exemplo, João diferencia a fé nas antigas Escrituras e a fé na Palavra de Jesus. Mesmo estando há três anos acompanhando-O em Seu ministério, discípulos não tinham verdadeira fé, pois todos fugiram e até mesmo O negaram no Calvário. Somente após a ressurreição, foi que a fé na Escritura casou-se com a fé na Palavra de Jesus e os discípulos verdadeiramente tiveram condições de crer.

 

            11. A Palavra dos Anjos

            "E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te muito favorecida! O Senhor é contigo." "Ela, porém, ao ouvir esta palavra, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação." "Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas; porque achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho a quem chamarás pelo nome de Jesus. Este será grande e será chamado Filho do Altíssimo; Deus, o Senhor, lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará para sempre sobre a casa de Jacó, e o seu reinado não terá fim." Lucas 1. 28 a 33.

            "E ele nos contou como vira o anjo em pé em sua casa, e que lhe dissera: Envia a Jope e manda chamar Simão, por sobrenome Pedro, o qual te dirá palavras mediante as quais será salvo, tu e toda a tua casa." Atos 11. 13 a 14.

            "Eu, João, sou quem ouviu e viu estas cousas. E quando as ouvi e vi, prostrei-me ante os pés do anjo que me mostrou essas cousas, para adorá-lo. Então ele me disse: Vê, não faças isso; eu sou conservo teu, dos teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus". Apocalipse 22. 8 a 9.

 

            12. A Palavra do espírito imundo

            "Ao desembarcar, logo veio dos sepulcros, ao seu encontro, um homem possesso de espírito imundo, Quando, de longe, viu Jesus, correu e o adorou, exclamando com alta voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus, que não me atormentes. Porque Jesus lhe dissera: Espírito imundo sai desse homem! E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? Respondeu ele: Legião é o meu nome, porque somos muitos. E os espíritos imundos rogaram a Jesus dizendo: Manda-nos para os porcos, para que entremos neles." Marcos 5: 2, 6-9 e 12.

 

            13. A Palavra de Satanás

            "A seguir, foi Jesus levado pelo Espírito, ao deserto, para ser tentado pelo diabo. E, depois de jejuar quarenta dias e quarenta noites, teve fome." "Então o tentador, aproximando-se lhe disse: Se és Filho de Deus, manda que estas pedras se transformem em pães. Jesus, porém, respondeu: Está escrito: Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus." Mateus 4. 1-4.

            "E Pedro, chamando-o à parte, começou a reprová-lo, dizendo: Tem compaixão de ti, Senhor; isso de modo algum acontecerá." "Mas Jesus, voltando-se disse a Pedro: Arreda! Satanás; tu és para mim pedra de tropeço, porque não cogitas das coisas de Deus, e, sim, das dos homens." Mateus 16. 22 e 23.

            Note que no primeiro exemplo Satanás comunica-se diretamente com Jesus, mas no segundo exemplo utiliza para isto a boca de Pedro. Jesus, no entanto, desmascara-o deixando-nos preciosa lição sobre como reconhecer a Palavra de Satanás.

 

            14. A Palavra do animal

            "Então o SENHOR fez falar a jumenta, a qual disse a Balaão: Que te fiz eu, que me espancaste já três vezes?" Números 22. 28.

            "Então a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal." Gênesis 3. 4 e 5.

            Sendo o animal um ser irracional, não tem como emitir uma mensagem inteligente. No primeiro caso foi Deus quem fez falar a jumenta, e, no segundo exemplo, é Satanás o autor das palavras proferidas pela serpente.

 

            15. A Palavra do vegetal

            "Porém a oliveira lhes respondeu: Deixaria eu o meu óleo, que Deus e os homens em mim prezam, e iria pairar sobre as árvores?" Juízes 9.9.

            O apólogo é uma parábola na qual o autor, no caso Jotão, atribui mensagens a elementos incapazes de comunicarem-se. O objetivo foi provocar os homens que haviam eliminado a sua família para usurpar-lhe a liderança. Jotão atribui a um grupo de árvores, o raciocínio utilizado pelos protagonistas humanos.


O PODER DA PALAVRA DE JESUS

Próximo: Por que a Palavra de Jesus?

Anterior: Introdução

Falando com o autor